cartasdeumsegredo

Archive for Junho 2011

APRENDER – (William Shakespeare)

Depois de algum tempo você aprende a diferença, A sutil diferença entre dar uma mão e acorrentar uma alma, E você aprende que amar não é apoiar-se E que companhia nem sempre significa segurança, E começa aprender que beijos não são contratos, E presentes não são promessas.

E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, Com a graça de um adulto, e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, Porque o terreno de amanhã é incerto demais para os planos, E o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Aprende que falar pode curar dores emocionais

Descobre que se leva anos para construir uma confiança E apenas segundos para destruí-la. E que você pode fazer coisas em um instante, Das quais se arrependerá pelo resto de sua vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer Mesmo a longa distância, E o que importa não é o que você tem na vida, Mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos Se compreendermos que os amigos mudam, Percebe que o seu melhor amigo e você Podem fazer qualquer coisa ou nada E terem bons momentos juntos.

 Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que o ame Não significa que esse alguém não o ame com tudo que pode Pois existem pessoas que nos amam Mas simplesmente não sabe como demonstrar ou viver com isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém Algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo Aprende que com mesma severidade com que você julga Você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, O mundo não pára para que você o conserte, Aprende que tempo é algo que não pode voltar para trás, Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, Ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte, E que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que a vida realmente tem valor, E que você tem valor diante da vida. E você finalmente aprende que nossas dúvidas são traidoras E nos faz perder o bem que poderíamos conquistar, Se não fosse o medo de tentar…

Anúncios

ter amor-próprio não é egoísmo

Hoje acordei com uma mensagem que me deixou confusa…

Mas só hoje eu não quero falar com você… Não escutar sua voz … Foram várias ligações durante o dia…

Mas só hoje eu não quero falar com você… Falar pra quê??? Pra escutar as mesmas desculpas… as mesmas promessas… as mesmas declarações de amor… as mesmas  lamentações… o meu coração ainda estar muito magoado… Esperando por algo que nunca aconteceu… E talvez nunca acontecerá… o relógio do tempo não perdoa, ele passa…

Mesmo que a saudade não pare de reclamar, por que afinal de contas ainda há amor, só hoje não quero falar com você…

Por que falar com você significa abrir novamente uma porta que teima em não fechar… uma página que teima em não virar… uma realidade que é preciso permanecer apenas em boas lembranças…

Lembranças apenas de momentos bons… de abraços e beijos correspondidos… de um amor que era feito de forma tão intensa, que nem as lágrimas conseguem apagar…

Mas só hoje eu não quero falar com você… 

QUANDO ME AMEI DE VERDADE –  texto de Kim McMillen

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome…Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é…Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é… Saber viver!!!

sempre haverá cor em um dia cinza

hoje o dia estar cinza… desde cedo chove…hj o dia resume o q tem sido meus últimos dias… mas como sou teimosa e muito perseverante, teimo em ter esperança e que tudo irá ficar bem… por que, acredito eu, que Deus é supremo e Ele  nunca abandona seus filhos. É como diz o ditado, quando se fecha uma porta, abre-se uma janela, por que o relógio de Deus ñ é igual ao nosso e as mudanças devem acontecer no tempo Dele.

 Texto de Charles Chaplin

“Chorar não resolve,

Falar pouco é uma virtude,

Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo.

 

Para qualquer escolha se segue alguma conseqüência,

Vontades efêmeras não valem à pena,

Quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze.

 

Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível.

 

Quem te merece não te faz chorar,

Quem gosta cuida,

 O que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente,

Não é preciso perder pra aprender a dar valor,

 

 E os amigos ainda se contam nos dedos.

Aos poucos você percebe o que vale a pena,

O que se deve guardar pro resto da vida,

E o que nunca deveria ter entrado nela.

 

Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado,

O tempo sempre vai ser o melhor remédio,

Mas seus resultados nem sempre são imediatos.”

Não desisto antes de uma boa luta!!

Perseverante ou teimosa?? A teimosia é ambigua, tanto tem um lado positivo quanto negativo. Se me considerar somente teimosa irei dizer que: mesmo quando tudo parece que estar errado… lá estar eu, basta ter uma faísca de esperança… lá estar eu. Parece piada, e é pra rir mesmo, aliás cair na gargalhada do que vou dizer agora … mais sabe aquela pessoa chata que torna a voltar, mesmo quando vc empurra e joga fora…   ela sempre volta e fica te olhando… bem sinto dizer… aquela lá… sou eu.

Mas se me considerar somente perseverante irei dizer: Eu reconheço que em muitas situações da vida é preciso parar um pouco, reavaliar a situação e mudar de opinião. Somente uma pessoa dotada da não inteligência não aceitaria a opinião de outros. Direi ainda, que busco os meios necessários para alcançar os meus objetivos.

 Teimosia ou perseverança???

A maioria das pessoas só conseguem visualizar o lado negativo da teimosia, o teimoso é sempre o chato, o intransigente, aquele que se recusa a aceitar a opinião de outras pessoas. Mas vocês já pararam pra pensar, o que seria das crianças que possuem dificuldade de aprendizagem se a professora não teimasse em ensiná-los?? e dos profissionais, que teimam em não aceitar a fatalidade de situações miseraveis da sociedade??

Pode até ser coisa de Assistente Social otimista, sei lá… mas eu acredito que a esperança não é a última a morrer, por que ela nunca morre. Eu acredito que o pensamento tem o poder de alterar muitas situações em que vivemos… e que é como vivemos que faz a diferença. Utilizar a teimosia humana de forma consciente, acredito eu, é uma grande ferramenta  para se chegar a felicidade. E a perseverança nos dar a coragem pra irmos adiante.

sem comentário!!

Nem sempre estar acompanhado significa estar com alguém…

 A IMPONTUALIDADE DO AMOR

Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo. Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar. Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.

Trimmm! É sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada. Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver. Por que o amor nunca chega na hora certa?

Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.

O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.

O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.

A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir “eu te amo” num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir “eu te amo” numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender.

Martha Medeiros

viver é uma aventura diária

Viver é uma aventura. acordar… abrir os olhos pela manhã… e prosseguir a caminhada….  Alguns dias mais triste em outros mais feliz. Superando as dificuldades e torcendo pra que o próximo dia traga com ele mais alegrias  do que tristezas. Viver é assim…  Hj acordei pensando na minha vida… apesar da pouca experiência,  acredito fielmente que o texto abaixo de Charles Chaplin traduz todos os pensamentos e sentimentos que possuo a respeito do assunto.

VIDA – Texto de Charles Chaplin

“Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis”.
Já fiz coisas por impulso,
Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
Já dei risada quando não podia,
Já fiz amigos eternos,
Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado,
Já fui amado e não soube amar.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
Já vivi de amor e fiz juras eternas, mas “quebrei a cara” muitas vezes!
Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
Já liguei só pra escutar uma voz,
Já me apaixonei por um sorriso,

Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e… …tive medo de perder alguém especial
(e acabei perdendo)! Mas sobrevivi!

E ainda vivo!
Não passo pela vida…
e você também não deveria passar. Viva!!!

Bom mesmo é ir a luta com determinação,
Abraçar a vida e viver com paixão,
Perder com classe e vencer com ousadia,
Porque o mundo pertence a quem se atreve
E
A VIDA É MUITO
para ser insignificante”

Abra os braços para a Felicidade

Hj acordei cedo com o coração na boca… aliás eu sentia ele pulsar tão forte que quase o escutava batendo…tum tum tum tum… assim ele fazia… Então juntei as mãos e rezei… orei a Deus pedindo graças,  por que são nesses momentos que mais lembramos da existência de Deus. De como Ele é importante para sustentar a nossa fé. E Felizmente uma ótima notícia chegou… e a felicidade invadiu o coração… nesse momento eu agradeci e novamente percebi que a batalha deste dia estava apenas começando…

NÃO PENSE DUAS VEZES…

A felicidade é um susto. Chega na calada da noite, na fala do dia, no improviso das horas. Chega sem chegar, insinua mais que propõe… Felicidade é animal arisco. Tem que ser adimirada à distância porque não aceita a jaula que preparamos para ela. Vê-la solta e livre no campo, correndo com sua velocidade tão elegante é uma sublime forma de possuí-la.
Felicidade é chuva que cai na madrugada, quando dormimos. O que vemos é a terra agradecida, pronta para fecundar o que nela está sepultado, aguardando a hora da ressurreição.
Felicidade é coisa que não tem nome. É silêncio que perpassa os dias tornando-os mais belos e falantes. Felicidade é carinho de mãe em situação de desespero. É olhar de amigo em horas de abandono. É fala calmante em instantes de desconsolo.
Felicidade é palavra pouca que diz muito. É frase dita na hora certa e que vale por livros inteiros.
Eu busco a frase de cada dia, o poema que me espera na esquina, o recado de Deus escrito na minha geladeira… Eu vivo assim… Sem doma, sem dona, sem porteiras, porque a felicidade é meu destino de honra, meu brasão e minha bandeira. Eu quero a felicidade de toda hora. Não quero o rancor, não quero o alarde dos artifícios das palavras comuns, nem tampouco o amor que deseja aprisionar meu sonho em suas gaiolas tão mesquinhas.
O que quero é o olhar de Jesus refletido no olhar de quem amo. Isso sim é felicidade sem medidas. O café quente na tarde fria, a conversa tão cheia de humor, o choro vez em quando.
Felicidades pequenas… O olhar da criança que me acompanha do colo da mãe, e que depois, à distância ,sorri segura, porque sabe que eu não a levarei de seu lugar preferido.
A felicidade é coisa sem jeito, mas com ela eu me ajeito. Não forço para que seja como quero, apenas acolho sua chegada, quando menos espero.
E então sorrio, como quem sabe,que quando ela chega, o melhor é não dispersar as forças… E aí sou feliz por inteiro na pequena parte que me cabe.
O que hoje você tem diante dos olhos? Merece um sorriso? Não pense duas vezes…

Padre fabio de Melo



  • Nenhum
  • Francisco: quer casar comigo. te amo
  • cartasdeumsegredo: ok muito obrigado, já fiz a alteração da autoria, peguei o texto da net, infelizmente ñ é muito confiavel.
  • Carlos Henrique: O texto é da escritora gaúcha Sara Maria Binatti dos Anjos e não do Jabor.

Categorias